Como Emitir NF-e de Produtos

Siga os passos abaixo para emitir uma NF-e de produtos com sucesso!

**** Novidade! Assista ao passo-a-passo em vídeo clicando aqui! ****


OBS: Em todos os campos marcados em amarelo no sistema é obrigatório o preenchimento.

1 - Cadastre seu produto selecionando a opção "Desejo movimentar este produto em Notas Fiscais" e indique seu código NCM.



O NCM é a Nomenclatura Comum do Mercosul . É um código composto por 8 ou 2 dígitos estabelecido pelo governo brasileiro para identificar a natureza das mercadorias.

Caso a empresa não seja exportadora/importadora ou industrial, cadastre e utilize somente o Gênero da Mercadoria. Acesse aqui a Tabela de Gêneros.


Consulte o NCM no DANFE da nota de compra da mercadoria, junto ao seu fornecedor ou contador, localize o código na página do Brasil Global Net clicando aqui, ou na página Consulta de NCM da Sefaz-MT clicando aqui.


Para Produtos que não serão utilizados em Notas e Relatórios Fiscais, cadastre e use o NCM Código 99 e Descrição Outros.


CST A - A tabela (A) tem a finalidade de identificar a origem da mercadoria.


CST A mais utlizado:


0 - Nacional


É possível cadastrar um CFOP  padrão para as vendas.


2 - Acesse o menu Clientes, cadastre seu cliente indicando os dados como CNPJ, IE, endereço e contato corretamente, pois são informações que serão validadas para o envio da NF-e.


3 - Selecione o menu Emitir NF-e, selecione a opção Saída e indique o Cliente cadastrado.




4 - No campo CFOP indique o Código da operação. Código este que tem como finalidade identificar o tipo da operação que está sendo realizada e que terá seu primeiro dígito de acordo com o tipo de movimentação.                                                                                                                                                                   

5 - SAÍDAS OU PRESTAÇÕES DE SERVIÇOS PARA O ESTADO.

6 - SAÍDAS OU PRESTAÇÕES DE SERVIÇOS PARA OUTROS ESTADOS.

7 - SAÍDAS OU PRESTAÇÕES DE SERVIÇOS PARA O EXTERIOR.

CFOP's mais utilizados:

  • 5.102 Venda de mercadoria adquirida ou recebida de terceiros.

  • 5.101 Venda de produção do estabelecimento.

  • 5.403 Venda de mercadoria, adquirida ou recebida de terceiros, sujeita ao regime de substituição tributária, na condição de contribuinte-substituto.

  • 5.405 Venda de mercadoria, adquirida ou recebida de terceiros, sujeita ao regime de substituição tributária, na condição de contribuinte-substituído.




5 - Na aba Produtos, indique o produto cadastrado e a quantidade que está sendo vendida.




6 - Clique sobre o ícone de tributação e indique os detalhamentos de tributos ou caso já tenha os cadastrado, clique no botão Carregar Todas as Tributações:


A indicação dos dados de Tributação é realizada de acordo com seu Regime Tributário.

Para empresa optantes pelo Simples Nacional há algumas informações padrões como os itens listados abaixo:

CSOSN - É o 'Código de Situação da Operação no SIMPLES NACIONAL' para as 'Empresas' enquadradas no 'Simples Nacional' em Substituição ao CST, que se destina as Empresas tributadas pelo ICMS.

CSOSN mais utilizado:

102 - Tributada pelo Simples Nacional sem permissão de crédito;


CST PIS E COFINS - O Código de Situação Tributária "CST" foi instituído com a finalidade de identificar a situação tributária pelo ICMS da mercadoria na operação praticada.

Geralmente para empresa deste regime, é utilizado o código abaixo:

99 - Outras Operações;

(Para ambos) . Tanto para PIS quanto para COFINS.

Além disto, a BC (Base de Cálculo) Aliq (%) e Valor são mantidos zerados.



Para empresas optantes por outros regimes, é necessário verificar na tabela da contabilidade, qual CST PIS E COFINS informar de acordo com a situação tribuária de sua empresa.

7 - Feita a indicação e calculo de toda a tributação selecione a opção Salvar e Fechar para que fique registrado em sua nota.




8 - Clique na aba Totais e confira os valores.


9 - Clique na aba Faturamento e indique a forma de pagamento utilizada.


9.1 - Ao indicar a forma de pagamento, irá abrir em sua tela o detalhamento de parcelas. Nele indique informações como:

  • Quantidade de parcelas

  • Datas de vencimento das parcelas

Para que o cálculo das parcelas seja realizado, basta inserir a data da primeira parcela e depois selecionar a opção Calcular.

Para gerar Boletos ou Carnês desta nota, selecione a opção a frente do campo Informação 3

10 - Após indicada a forma de pagamento e realizado o detalhamento das parcelas, selecione Salvar .

11 - Após conferir todos os dados, selecione Enviar.

12 - Caso não possua o Emissor NF-e, realize o Download pelo Menu/Download de Arquivos



13 - Instale o Emissor e execute-o em seu computador. Este Emissor é o que faz a conexão segura entre seu certificado digital A1 ou A3, o sistema de gestão on-line e a Secretaria da Fazenda.

14- Indique seu certificado digital e a senha do mesmo (caso necessário). Após isto, você pode deixar o Emissor NF-e aberto em sua máquina sem se preocupar com isso. Ele fará a conexão automaticamente.

15- Volte ao sistema, e selecione o menu Mais Ações / Acompanhar NF-e. O retorno da aprovação ou não da Nota deverá retornar em 30 segundos.

16 - Caso seja aprovada, selecione o ícone da impressora para Imprimir.



17 - A Nota Fiscal será automaticamente enviada ao e-mail do seu cliente.

Para emitir uma NFe através do Pedido/Orçamento siga o procedimento abaixo:

1 - Acesse o menu Pedido/Orçamentos em seu sistema


2 - Acesse o orçamento desejado selecione a opção "Mais ações"

Dentro de mais ações, selecione a opção Gerar NF-e.

Assim todos os dados do pedido, serão importados a uma NFe e bastará finalizar o preenchimento desta NFe e enviá-la.

Ainda tem dúvidas?

  • Acesse o Chat e tire suas dúvidas acessando o Menu Ajuda / Atendimento via Chat.

Nota Fiscal Eletrônica de Produto (NF-e)

  1. O que é a Nota Fiscal de Ajuste?
  2. O que é uma Nota Fiscal Complementar?
  3. O que é a Carta de Correção Eletrônica (CC-e)?
  4. Rejeição de NF-e: NF-e já está inutilizada na Base de dados da SEFAZ:
  5. Rejeição de NF-e: CNPJ Emitente não cadastrado / Emissor não habilitado para emissão da NF-e:
  6. Rejeição de NF-e: IE do destinatário inválida:
  7. Dúvida: Indiquei a Forma de Pagamento na NF-e mas não apareceu na DANFE. Por que?
  8. Rejeição de NF-e: Valor hexadecimal 0x0C, é um caractere inválido [...] / Fim de arquivo inesperado. Os seguintes elementos não estão fechados: [...]
  9. Rejeição de NF-e: Tipo de Provedor Inválido Especificado.
  10. Rejeição de NF-e: NCM de informação obrigatória para produto tributado pelo IPI
  11. Como informar os Dados de Tributação na NF-e?
  12. O que é Ficha de Conteúdo de Importação?
  13. Como informar a FCI em Notas Fiscais?
  14. Rejeição de NF-e: XML Inconsistente informando PIS e COFINS Incorreto
  15. Rejeição de NF-e: Elemento Raiz Inexistente
  16. Rejeição de NF-e e NFC-e: Assinatura Difere do Calculado
  17. Rejeição de NF-e: cEAN Inválido
  18. Orientações da Receita Federal para preenchimento da NF-e para optantes do Simples Nacional
  19. Rejeição de NF-e: Fim de Arquivo Inexperado
  20. Rejeição de CC-e: O tpEvento informado é inválido
  21. Rejeição de NF-e: CNPJ Destinatário não cadastrado
  22. Como Emitir uma Nota Fiscal de Importação?
  23. Rejeição de NF-e: CFOP de Importação e não informado dados de IPI (nItem:1)
  24. Como Emitir NF-e de Produtos
  25. Rejeição: CFOP de devolução de mercadoria para NF-e que não tem finalidade de devolução de mercadoria
  26. Rejeição de NF-e: Conteúdo da tag tpAmb do XML está com conteúdo indicando o envio para ambiente de produção e o Emissor NF-e está configurado para ambiente de homologação.
  27. Notas Referenciadas
  28. [Vídeo] Como emitir NF-e?
  29. Estorno de NF-e que não foi cancelada no Prazo.
  30. Rejeição de NF-e: Rejeicao: Não informado o Grupo de Autorização para UF que exige a identificação do Escritório de Contabilidade na Nota Fiscal - Caso não possua informar o CNPJ da SEFAZ XXX XX.XXX.XXX/XXXX-XX
  31. Rejeição de NF-e: A SEFAZ do destinatário não permite Contribuinte Isento de Inscricao Estadual.
  32. Rejeição de NF-e: Nao informado o grupo de ICMS para a UF de destino
  33. Rejeição: “CNPJ Emitente da NF Complementar difere do CNPJ da NF Referenciada ”

Opiniões e Base de Conhecimento